quarta-feira, outubro 29, 2008

Grandiloquência (isto existe?)

Em cada circular que leio da UC lá vem a frase...
«O Magnífico reitor da Universidade de Coimbra...blá,blá,blá...»


Desculpem lá mas onde é que o senhor Reitor tirou este grau académico? Terá sido numa das magníficas faculdades da Universidade de Coimbra? Terá tido magníficas notas? Será ele uma pessoa magnífica? Ou será que magnífico significa merdoso e ninguém me disse nada? Terá o significado da palavra magnífico misteriosamente mudado? Será que ainda falamos todos português?

Estas e outras dúvidas têm-me impedido de raciocinar devidamente nos últimos dias. Por isso, de ora em diante, cada vez que se referirem à minha pessoa deverá ser «o Magnífico Robene». Quando esta merda passar a monarquia, e eu for o vosso rei, quero um cognome adequado.

4 comentários:

tony disse...

Quando esta merda, como dizes, passar a monarquia, seras o Rei da merda logo o cognome mais indicado será e tal como ficarás conhecido pra História: Robene, o Merdoso...

Anónimo disse...

...ou robene, o cagalhão!!

Anónimo disse...

Róbene, acordo ortográfico!!!Como te pode passar isso??
Manífico, será assim que se escreverá, porque por alguma razão os brasileiros não aguentam com muitas consoantes juntas, poderá agora sinificar(mais uma mudança) o que tu bem quiseres. Neste caso, acho que quer dizer algo não muito bom para esse grande objeto (!!) de afeição dos estudantes conimbricenses...
ji da pussissi

Anónimo disse...

Eu voto em "Robene, o Magno"!