domingo, novembro 30, 2008

A minha agenda, a minha agenda tururururum

Tinha 6 anos. Era véspera de Natal.
Estava eu, sentado à lareira, a ler o Ensaio sobre a cegueira, do Saramago.
Eis quando me entra pela porta adentro o maluco do vizinho, vestido de Pai Natal, aos berros e gritos : «Pequeno Robene, portaste-te bem este ano? Oh-oh-oh», agitando um saco vermelho e fazendo uma pequena dança esquizofrénica, a meio entre o Kuduro e dança contemporânea.
Entretanto a minha irmã chegou-se demasiado à fogueira, e a saia dela pegou fogo. Em dois minutos, estavam o Pai Natal on acids, o meu pai e a minha mãe, com a minha irmã deitada no chão e toda a gente a tentar apagar o fogo.
A minha avó deu-me qualquer coisa como 50 escudos, e disse para eu os gastar bem gastos. Com estas prendas espectaculares por parte dos meus avós, consegui juntar dinheiro para, aos 15 anos, comprar o meu primeiro maço de tabaco.
O meu pai ofereceu-me uma trompete e disse que esperava que eu continuasse a tradição da família, ou seja, tocar numa banda filarmónica. Isto explica que, aos 12 anos, quando eu decidi desistir de ser o trompetista oficial da banda filarmónica da terra, o meu pai tenha passado todas as heranças para o nome da minha irmã. E que desde então ele me tenha obrigado a chamá-lo de João, em vez de Papá.
A minha mãe ofereceu-me um cachecol e vales prenda do continente com a validade de 20 anos, que deram para me aguentar pela faculdade a comer chipmix e chocapic (ao almoço e jantar).

E tudo o que eu tinha pedido era a minha agenda.

Sejam bem vindos a mais uma época natalícia. Eu por mim, vou hibernar. As músicas de Natal provocam-me diarreia.

6 comentários:

ZaniNE disse...

Oh, e eu que gosto taaanto do Natal! Das músicas nem tanto, mas da época. Claro que há todo um manacial de riscos a evitar, mas ainda assim...

Espero que este ano te calhe a tão desejada agenda turururum.

Bjs.

Pusissi disse...

Róbene, devo concordar com Zanine:também gosto muito da época!
Mas sei em que estado te deixam as criancinhas eufóricas e os paizinhos desesperados, portanto...até ao próximo ano!!
ji

Maria Inês disse...

xii....
"a minha agenda"...
Memórias distantes.
As coisas de que tu te lembras! lol

Olha, e já agora tehs outro desafio no meu blog.
Este não dá muito trabalho.
(ya, eu sei que sou chata). lol

Angelik disse...

Eu também nunca tinha a "minha agenda", mas continuo a gostar do Natal! Se calhar porque ninguém cá em casa pegou fogo nem entrou nenhum Pai Natal a dançar Kuduro...
Beijocas

Trindade disse...

O Natal também devia pegar fogo...

Tiago Gala disse...

Tocaste na grande União Filarmónica do Troviscal??? que grande homem!! lololol
só para saber o que ficaste a perder: http://www.mapuft.blogspot.com ;)

(presente de Natal perfeito para a tua família: tocares uma musica de natal na trompete?? :P )
[desculpa qqr coisinha, foi o meu primeiro post aqui, já sou seguidor ha alguns meses, já o li de ponta a ponta, achei que estava na altura :P]
abraço