terça-feira, setembro 02, 2008

Setembro

Setembro costumava ser o meu mês favorito.
Era em Setembro que, depois de três meses a enfardar que nem um dinossauro e a repousar os abdominais definidos em toalhas de praia acompanhado de beldades suecas mamalhudas, voltava a Coimbra.
E Coimbra fervilhava.
Iludindo os meus pais de que vinha para a cidade fazer melhorias (coisa que obviamente não precisava, uma vez que sou um dos 3% melhores alunos da UC, o que me garante salvação automática em caso de holocausto nuclear, sendo um dos escolhidos para a propagação da espécie), chegava a Coimbra e saía todas as noites.

Isto volta a explicar o facto de pertencer à elite dos 3%:

Robene: Vamos sair pessoal?
G. (17 cadeiras em atraso):Não posso, tenho de estudar.
P. (25 cadeiras em atraso): Se eu chumbar este ano tenho de ir trabalhar para a Fernão Magalhães a vender o corpo. Os meus pais não me pagam mais o curso.
Robene: Cambada de paneleiros e fufas. Só se vive uma vez! Quando é que querem curtir a vida? Depois de estarem a trabalhar e inundados em dívidas?
G.: Pois, eu sei mas...
Robene: Olhem lá para fora, a noite aguarda-vos! Miúdas, cerveja, loucuras!
P.:Não dá mesmo...eu não tenho...
Robene: Vocês estão sozinhos há quanto tempo mesmo? Acham que é enfiados neste quarto lúgubre que vão encontrar alguém? É na noite, meus amigos!!!É na noite!!!
G. e P.: Ok, pronto, só uma cerveja...
Robene:A primeira rodada de shot's pago eu!

E pronto, anos volvidos, não sei muito bem o que aconteceu ao G. e à P. Acho que vi a P. no outro dia na Fernão Magalhães, a meter a cabeça num carro enfiada numa mini saia escandalosa.
De qualquer maneira, Setembro já não tem o mesmo gosto que tinha...Agora é só deprimente, olhar pela janela, e ver que não sou que estou a desencaminhar os amigos...

5 comentários:

ZaniNE disse...

É verdade, é verdade! Que saudades! Mas já agora, parece-me que tens um dever para com a P e o G... Se foste tu que os desencaminhaste, o mínimo que podias fazer era arranjares um serviçinho a cada um? Não te pesa a consciência?

Olha, e já agora, em caso de holocausto nuclear, também não deve valer muito a pena ficar por aí sozinho, a divagar... Quem é que ia ctg para os copos? Quem?

LOL.

ratmeat disse...

Quem te mandou acabar o curso?? Tinhas feito como eu e ainda aí andavas a beber shot's de penalty! Claro que andavas teso que nem um carapau, mas isso é outra história! Hehehe

Sininho disse...

Pois é...era melhor que o estar nos 3% te desse direito a mais um anito em Coimbra...assim só para te despedires. Eu saí de Coimbra há quase 15 anos... a sorte é que fui para a Terra do Nunca e nunca mais cresci :p ( assim posso desencaminhar o peter pan todas as noites lol )

Anónimo disse...

podes sempre inscrever-te num mestrado/pósgraduação...

Anónimo disse...

(sim, ando a ler posts antigos)


Eu acho que só faz sentido tirar um curso em Coimbra se rondarmos todos os anos a fasquia da prescrição. Não há maior prova de que estamos dentro do espírito!

(mas isto sou eu que preciso de 15 créditos para não prescrever no quarto ano do meu curso de 3 anos)

Rita *