domingo, julho 22, 2007

Volta machismo

Recordo com saudade os tempos em que às mulheres só eram permitidos determinados trabalhos, como cozinhar, passar a ferro, e ser hospedeira de bordo. Hoje em dia, esses seres tomaram de assalto as profissões que devem ser exclusivamente masculinas. E depois tenho de aturar coisas como:

Robene: Dra XPTO, não encontro aqueles produtos de que deu entrada.
Dra XPTO: BLÁ BLÁ BLÁ (BERROS), BLÁ BLÁ (BERROS), BLÁ BLÁ (GUINCHOS)
Robene: Eu não me posso responsabilizar por aquilo a que dá entrada. Não adivinho onde pôs as coisas.
Dra XPTO: CÓCÓRÓCÓ (BERROS), IÓIÓIÓIÓ (GRUNHIDOS), MÚÚÚÚÚÚÚ (BALIDOS)

Eis como as coisas se deveriam ter passado:
Robene: Sua mulher incompetente. Onde é que pôs as merdas dos produtos?
Dra XPTO: Excelentíssimo Robene, eu não sei. Mas na minha condição de ser inferior peço desde já desculpa. Vou já ali para trás autoflagelar-me por este erro imperdoável.
Robene (sacando de um chicote): Anda cá mulher, que já vais aprender como elas doem.

Emancipação feminina? Eu estou à espera é da emancipação masculina.

2 comentários:

Eu disse...

A razão de as mulheres levantarem a voz quando falam com homens seus subordinados, é que só assim conseguem demonstrar poder. Mas acabam sempre por demonstrar paranóia e afins...
Sou a favor do retrocesso das mentalidades, porque só assim é que posso aspirar a ter o meu tão desejado harém...

Robene disse...

Concordo!Aliás, acho que as mulheres são demasiado emocionais para cargos de chefia (entenda-se, passam a vida a berrar e a olhar por cima do ombro).