sexta-feira, maio 06, 2011

Sapatilhas...

Fui a um congresso a semana passada.
O meu principal problema de ir a congressos não é a comunicação em si. É a roupa que levo vestida.
O ano passado fui a um congresso em Lisboa vestido como se fosse para um casamento da família real inglesa, exceptuando o chapéu.
Quando chego lá, está tudo de calças de ganga e t-shirt e um ar rebel-chick de quem foge às regras. Obviamente fora de tom, corro para a casa de banho, livro-me da gravata, despenteio o cabelo e desabotôo 5 botões da camisa. A apresentação foi um sucesso, com as pessoas quase a chorarem de emoção no final.
A partir daí nos congressos a que fui levei sempre sapatilhas e calças de ganga, e um ar de rebelde investigador com o charme dos fora-da-lei.
A história foi diferente a semana passada.
Estou na minha mesa de debate, depois de uma apresentação brilhante e dos elogios e cumprimentos de todos os psiquiatras presentes, incluindo uma psiquiatra mamalhuda e muito solícita.
A meio do debate, e depois de eu ter brilhado em respostas dúbias que deixaram toda a gente na mesma, vira-se um bronco qualquer (parece que regente de uma cadeira de Psiquiatria numa importante faculdade do país) e diz: «Robene, muitos parabéns pela apresentação brilhante. Não tarda estará a dar aulas na faculdade»
E eu rio-me imenso e estou quase a vir-me nas cuecas, quando o idiota acrescenta «Sem sapatilhas claro».
O Robene interessante e rockeiro torna-se em 2 segundos no maltrapilho vagabundo que veio dar uma palestra de sapatilhas. Toda a minha mística cool por água abaixo.
Cabisbaixo sussurro um: «custaram-me 80 euros», mas está toda a gente excitadíssima a olhar-me para as sapatilhas brancas com uma risca vermelha e outra azul.

Pelo sim pelo não, para a próxima volto ao fato.

11 comentários:

Quita disse...

Oh Xarope. Se calhar não és dado a isto, nem dás para receber isto, MAS.. eheh Frescura, mimo, paleneirice...O dás o nome que quiseres! Escolhe! Mais tenho um selinho pra ti =) Pega que é teu! E tenho dito! Beijo beijo

Pandora disse...

Pode eventualmente trocar as sapatilhas por uma sapato de luva ou de vela ... continua com um look arrujado e de puto mas pelo menos ja entra em qualquer lado :)

Anónimo disse...

Por incrível que pareça, a mística não desapareceu por não ires vestido de acordo com a situação. «Sapatilhas»? «Sa-pa-ti-lhas»? O que tu foste fazer...

;)
Leonor

Sandruxca disse...

Pagava pra ver o Robene de sapatos de vela...ahahah!

Sahaisis disse...

Vais descalço. Espero que o regente não fosse o meu, mas parece-me mesmo resposta ao gajo ;)

jacaré disse...

Não desistas de ser maltrapilho. Assim não te misturas com os outros. Tens a vantagem de ser estranho, desajustado e excêntrico. Aposto que ninguém se vai esquecer das sapatilhas e, como consequência, de ti. É uma questão de superioridade intelectual e não de moda. Não desistas da causa. Eu ando a fazer o mesmo. Toda a gente nas escolas onde dou aulas assume que sou prof de educação física.

L. disse...

Conta lá mas é como foi o concerto dos Editors? :)

Ads disse...

Parece que desde o ano passado as fabricas de sapatilhas não têm tido mãos a medir porque anda por aí malta a dizer que viu um bacano num congresso com umas sapatilhas e também querem umas. Limpam lojas inteiras. Mais sapatilhas, ténis não tanto, o fenomeno ocorre mais no mundo das sapatilhas!
De maneira que parece que é moda. Já sei quem era o bacano...

Eu é mais bolos disse...

Qué isto??? Ruben? Que é feito do Robene? Onde é que o escondeste? ;)

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Ainda lanças é uma moda. Vais ver que para a próxima todos têm umas sapatilhas como as tuas!!! :)

enfermeiroUK disse...

Caro Robene, "escangalhei-me" a rir com o teu blog! Do melhor, a nivel da boa disposição, que ja vi! Keep going!