sábado, abril 23, 2011

Pedras que não se fumam nem se apanham

Estou com uma pedra nos rins.
A malandra deu de si no Sábado passado, estava eu sozinho em casa.
Se já tiverem tido uma cólica renal, sei que estão neste momento com a mão nas costas, a rezar por mim. Se nunca tiveram uma, então experimentem pegar numa faca afiada e apunhalem-se repetidamente no flanco lombar, durante aproximadamente uma hora.
Portanto estou eu sozinho em casa, com uma cólica renal. Todo eu me contorço pelo chão da sala, vomito a casa de banho toda e estou a mijar pingas de sangue.


So not sexy.


Decido portanto ir ao hospital. Eventualmente o G. atende-me o telemóvel depois de 250 chamadas não atendidas e um grito de desespero no voice mail. Estava a foder, não podia atender- responde-me com um ar natural. Amigos da merda é o que é. Eu nem nos meus fins de semana de swing desligo o telemóvel.
O urologista diz-me que a melhor maneira de suportar uma cólica renal é enfiar-me numa banheira com água quente e enfardar dois copos de whisky. Mas use um colete salva vidas ahaha, acrescenta.
Apetece-me espetar-lhe duas sardas no focinho, mas peço-lhe apenas para me dar morfina nas veias. Quando a dor passar, vou ser mais eficiente a espetar-lhe as murraças no queixo.
O médico diz que eu devia fazer termas. Parece que na Curia há umas termas específicas para este tipo de maleita. Sim, estou já a imaginar-me numa banheira de água sulfatada e alcalina, com um bando de velhos à minha volta a falarem de como rasgaram a uretra a mijar uma pedra de 2 cm.
Pergunto ao médico se já teve uma pedra nos rins. Ele diz que sim. Eu pergunto se foi a fazer termas que tratou do assunto. Ele ri-se e diz que tratou do assunto numa tarde, com uma sessão de litotricia que durou 5 minutos. Eu finalmente enfio-lho um pontapé no cú.

Por milagre fico imediatamente sem dores.

19 comentários:

Sahaisis disse...

Desculpa, é de ir às lágrimas (a cólica, claro)

Fumiflamante disse...

Pedra no rim..."pedra" na cabeça...vai mas é a Vilar de Perdizes:)
Agora a sério, as melhoras.

P. disse...

Feliz Páscoa! xD

Beldurneiras disse...

Fosga-se caro Robene, sua excelência tem tido todo o tipo de maleita nos últimos tempos. Decididamente recomendo-o a ir um bruxo pra lhe tirar o DEMO de dentro :D!

Beldurneira A.L.

jacaré disse...

pá, a tua vida também é um purgatório... As melhoras, rápidas de preferência e Feliz dia dos coelhos (vulgo Páscoa)/25 de Abril.

Anónimo disse...

eu diria mais. oh xarope ou estás fora do prazo de validade, o que não me parece, pois posso intuir que és moçoilo para uns trinta anos, ou estás despachado à conta de tanta ramboiada. as melhoras, and take it easy, ok?

mãe pimpolha disse...

As melhores, que isso é mesmo mau.
Beijocas

teardrop disse...

As melhoras, já presenciei uma crise de pedra nos rins e até a mim me doeu... No entanto, magnífico sentido de humor... Como sempre consegues fazer-nos rir da tua desgraça (sorry)!

Eugénio disse...

Bebe mais líquidos hipotónicos que isso passa...

PS: Cerveja é hipertónico

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Nunca tive mas já levei uma amiga em braços (bem, foi de maca mas arrastei-a até às escadas) para o hospital. Nunca tinha visto ninguém em agonia a espernear no tapete da sala, até esse dia.
As melhoras

mysecretvoices disse...

outra vez?? se bem me lembro contaste aqui nos primórdios do blog que tiveste um filme qq desse género por causa da coca-cola...
bebe muita águinha e as melhoras!

Anónimo disse...

robene... em warm-up pra queima?! lol
às nossas noites longas d queima!!!
****
B.

Robene disse...

Eu ando o ano todo em warm-up!!!

Pandora disse...

Oh Robene, assim não está fácil.
Não o conheço mas tenho uma enorme admiração por si, tem o dom da palavra do povo sem fantochices.
Continue pf

Anónimo disse...

As tuas melhoras Robene.
Apesar da situação desagradável ainda ri com a caricata descrição.
Continua com o teu bom sentido de humor mesmo em horas de aflição
Bjs
Mary

marisa disse...

Robene,

Quando quero esquecer as merdas da vida, mandar foder mentalmente todos os meus chefes e colegas filhos da puta que me atormentam os cornos e, ainda, imaginar que o caralho da sorte me vai visitar um dia venho ao teu blogue.

Nome de medicamento ou não, verdadeiro nome ou não, o que é certo que tens assim uma espécie de escrita terapêutica. Dizes-nos que é tudo ficcionado, quero lá saber se é biográfico ou não. Fiquei convencida de que escrevendo (e lendo) as maiores badalhoquices nojentas, usando toda a paleta de palavras possível - do simples cu ao visual fluído vaginal- se consegue expulsar quase toda a merda da cabeça. Percebo-te, honestamente,(eu até digo caralho no trabalho, pelo menos uma vez por dia, pelo menos mentalmente, mas não chega).

Sinceramente, e já te tinha disto isto, espero que, não só consigas chegar a doutor por extenso, mas também que estas tuas vitaminas sejam algum dia publicadas em papel.

Por último: mesmo que tentes dissimular - não sei se o fazes deliberadamente - adivinha-se facilmente a tua sensibilidade (e não te estou a chamar rabeta) e inteligência (embora isso seja evidente). E desculpa lá, és um romântico (e não estou a falar de ouvir andrea bocelli e ursinhos paneleiros com corações).

Fodass, o teu blogue é muito bom

boa sorte

(e ainda assim, apesar do esforço, não conseguir fingir que sei escrever usando caralhadas, sou demasiado gaja)

Robene disse...

Marisa pá, esqueceste-te da parte do atraente. O Robene é terrivelmente atraente!

marisa disse...

eu diria "modesto" e "humilde"
uma pessoa simples, pá.

ac disse...

o meu pai foi para lá 2 semanas e as várias pedras que tinha nos rins desapareceram. devias pelo menos tentar, não? ;)