quinta-feira, março 22, 2007

Como ser uma jovem esposa!

O texto é longo, eu sei, mas também não é propriamente Saramago (passagens mais importantes a bold, para os preguiçosos!):

Instruções e conselhos para a jovem noiva

Sobre como se conduzir e proceder nas relações íntimas e pessoais inerentes ao casamento, para uma maior santidade espiritual que deve acompanhar este abençoado sacramento, e para a glória de Deus.

Para a jovem e sensível moça que alcançou o privilégio de crescer e chegar ao casamento, devemos dizer que este dia é, ironicamente o mais feliz e também o mais aterrorizante de sua vida. Do lado positivo, há o casamento propriamente dito, no qual a noiva é o centro das atenções de uma cerimônia bonita e comovente, cerimônia esta que simboliza o seu triunfo em lhe assegurar um homem que lhe proverá todas as suas necessidades pelo resto de sua vida natural. Do lado negativo, está a noite de núpcias, durante a qual a noiva deve “pagar para ver”, vulgarmente falando, ao se defrontar, pela primeira vez, com a terrível experiência do sexo.

Nesse ponto, cara leitora, deixe-me revelar uma verdade chocante. Algumas jovens, na realidade, aguardam a noite de núpcias com um misto de curiosidade e prazer! Cuidado com tal atitude! Um marido egoísta e sensual pode facilmente tirar vantagem de tal noiva. Nunca se esqueça de uma regra capital, para qualquer casamento: dê pouco, raramente, e sempre de má vontade: do contrário, o que tem tudo para ser um casamento feliz pode transformar-se numa orgia dos sentidos.Por outro lado, o temor da noiva não deve ser extremo, porquanto o sexo, que, na melhor das hipóteses, é algo bastante doloroso, deve ser cultivado, e o tem sido pela mulher desde o início dos tempos, e é recompensado pela união monogâmica e pelos filhos. A maioria dos homens, se não lhes for negado, desejam fazer sexo quase todos os dias. A noiva sábia deverá permitir um máximo de duas rápidas relações sexuais por semana durante os primeiros meses do casamento. À medida que o tempo passar, ela deve envidar esforços para reduzir tal freqüência. Doenças simuladas, insônia e dores de cabeça são os melhores aliados de uma esposa quanto a isso. Argumentos, apoquentações, repreensões e questionamentos também são muito eficazes, se usados tarde da noite, cerca de uma hora antes de o marido normalmente começar sua sedução.As esposas inteligentes devem estar sempre alerta e cientes de novas e melhores maneiras de negar e desencorajar as aproximações amorosas de seus maridos. Uma boa esposa deve reduzir as relações sexuais ao mínimo. O ideal é uma só por semana ao fim do primeiro ano de casamento e uma por mês ao fim do quinto ano.Ao redor do décimo ano de casamento, muitas mulheres já completaram a sua prole e atingiram o objetivo final de terminar todo e qualquer contato com seus maridos. Nessa época, ela deve fazer do seu amor pelos filhos e das pressões sociais elementos eficazes que mantenham o marido em casa.Como já mencionamos anteriormente, a mulher, além de se manter alerta quanto a ter o mínimo de relações sexuais possíveis, deve também prestar muito atenção em limitar a espécie e a qualidade das relações sexuais.(..)

A mulher inteligente terá por objetivo nunca deixar que o marido a veja despida, nem que este se apresente despido. Praticar sexo, quando este não puder ser evitado, só em total escuridão. Muitas mulheres acham muito útil usar uma pesada e grossa camisola de algodão e providenciar pijamas para o marido, e não tirá-lo durante o ato sexual. Assim, um mínimo de corpo ficará exposto.Uma vez que a noiva tenha colocado a sua camisola e apagado todas as luzes, ela deve deitar-se quieta e placidamente ao longo da cama e esperar pelo noivo. Não deve fazer qualquer ruído que possa, na escuridão, orientá-lo em sua direção; caso contrário, ele poderá interpretar isso como um sinal de encorajamento. Ela deve deixá-lo andar às apalpadelas no escuro. Existe sempre a esperança de que ele venha a tropeçar e sofrer alguma lesão, que, por mais leve que seja, possa vir a ser usada como desculpa para negar qualquer contato sexual. Quando ele a encontrar, ela deve permanecer tão imóvel quanto possível. Qualquer movimento de sua parte pode ser interpretado como excitação sexual. Se ele tentar beijá-la nos lábios, ela deve virar ligeiramente a cabeça de modo que o beijo alcance inocentemente as suas bochechas. Se ele tentar beijar-lhe as mãos, ela deve mantê-las com os punhos fechados. Se ele levantar a sua camisola e tentar beijá-la em qualquer outra parte do corpo, ela deve, imediatamente, puxar para baixo a sua camisola, pular da cama e anunciar que a mãe natureza a chama ao banheiro. Isso, geralmente, amortecerá o desejo dele de beijá-la em territórios proibidos.Se o marido tentar seduzi-la com conversas lascivas, a esposa inteligente repentinamente lembrar-se-á de perguntar-lhe alguma coisa trivial e não sexual. Uma vez obtida a resposta ela deve prosseguir a conversação, não importando quão frívola ela possa parecer na ocasião. (...)Ela deverá permanecer absolutamente calada ou falar sobre seus afazeres domésticos, enquanto ele realiza as manobras que o ato sexual requer(...) Tão logo o marido complete o ato sexual, a mulher inteligente deverá começar a aborrecê-lo com conversas sobre tarefas que ela quer que ele realize no dia seguinte. Muitos homens obtêm a maior parte de sua satisfação após a pacífica exaustão que se segue ao ato. Sendo assim, a mulher inteligente deve assegurar-se de que ele não tenha paz nesse período, pois, do contrário, ele logo se achará tentado a querer um pouco mais. (...)

Escrito por Ruth Smythers, esposa de um pastor da Igreja Metodista Arcadiana da Congregação Regional Leste, Reverendo L. D. Smythers


Foda-se é desta que eu vou virar muçulmano!

11 comentários:

Goncalo Lourenco disse...

Fodasssss, o que é isto?

A sério, sem palavras...

"dê pouco, raramente, e sempre de má vontade" ...e em menos de 15 dias o seu marido ja correu metade das putas da cidade.


Esta é a melhor....
"Existe sempre a esperança de que ele venha a tropeçar e sofrer alguma lesão, que, por mais leve que seja, possa vir a ser usada como desculpa para negar qualquer contato sexual"

Ja estou a ver a esposa inteligente (Pois, que as burras eventualmente não terão capacidade para tanto) a encher o quarto de armadilhas, patins dos filhos, fios do candeiro na passagem, quiçá uns poineses... desde que para evitar as investidas do tarado do marido, tudo é permitido!!!

Robene disse...

Já estou a entender o porquê daquelas armadilhas e ratoeiras que a Rita põe no chão do quarto...

arroz de pat disse...

ruben acorda...as armadilhas da rita são para capturar o zoologico q alimentas há 6anos em coimbra! :D Moral da historia: limpa a casa e terás mais sexo ;)))

mac disse...

dê pouco, raramente, e sempre de má vontade: do contrário, o que tem tudo para ser um casamento feliz pode transformar-se numa orgia dos sentidos.

Faça isso e teras um casamento curto, seras chifradas como ninguem.
Nunca vi tamanha idiotice.
Deus criou o sexo para fazer parte do casamento, para ser algo que desse prazer para ambos os sexos. Sexo, exclusivamente no casamento: (Mt 5.27,28; 1Co 7.2,5; At 15.29; 1Co 7.2) O Sexo é uma benção deixada por Deus aos homens para ser praticada exclusivamente dentro da união conjugal. Sua prática fora do casamento é pecado!
Entao como uma pessoa com uma mentalidade dessa pode falar isso para uma jovem?

Steve disse...

Achei que fosse uma ironia...
qual o problema de fazer sexo gostoso quando dá vontade?

Leonardo disse...

Se Deus fez o sexo ser bom, é porque o sexo tem de ser bom e não feito com má vontade.
E não venha me dizer q é coisa do diabo, pois se sua crença estúpida diz q Deus é onipotente, então não existe um diabo. Isso faria seu deus não ser onipotente e sim possuir um oponente. É um paradoxo.

Sexo é vida e negar-se dele é negar a vida.

Evite o sexo com seu marido, sim.
Logo ele estará transando com metade das carolas de sua igreja e vc estará levando o pastor pra cama do seu marido.

Tenho pena.
Só isso q tenho a dizer.

Anónimo disse...

Tamanha estupidez essa que li.
Dê pouco e com má vontade e não passara do primeiro ano de casamento, seu marido ira comer a vizinha e toda a alegria e prazer do casamento ira acabar afinal um divorcio acontecera e sua vizinha estara no seu lugar.


Essa mulher nao pensa.

Anónimo disse...

Deus fez o sexo para ser uma forma de união entre o marido e a mulher.
Como alguem pode escrever isso?

Hipocresia sexo é bom, saúde.
Faz bem entre o casal.
Deus abençoa o sexo entre um homem e mulher casados, e como essa mulher fala isso.

Meu Deus.

Anónimo disse...

Agora é marido ou inimigo?
Afinal esperar ele tropeçar e bater a cabeça, então o cara ta dormindo com inimigo.

Anónimo disse...

Dê pouco e com má vontade e teu marido comera todo o bairro, seras a maior chifruda.
Isso se ele nao te der um pé na bunda.

Afinal perante a lei, um casamento sem contato sexual durante três meses pode ser desmanchado.
Seu marido querida pode simplesmente anular a união afinal vc não esta cumprido o papel.

Sandra disse...

Nessa Igreja ai q nao coloco um pé !!!

Sai fora.. esta mulher esta tirando uma dos leitoes né?

Isso eh Fanatismo, nunca leu a BIBLIAA???

"CANTAR DOS CANTARES ??? "

ali indica inclusive uma das melhores pocisões !!!

Acorda mulher.. isso vai pra todas nos ..

Homem tem vontades.. se a esposa não for satisfazer.. eles vão procurar quem ???

creeeedo