quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Agora é que me convenceram!










Alguém referiu no post anterior do aborto que a Igreja não era para aqui chamada. Acho um bocado estranho visto ter recebido isto hoje no correio. Ora atentem bem nas pérolas seguintes!

Excertos:

«No ano em que se comemora o 90º aniversário das Aparições de Fátima , Nossa Senhora chora......e Ela chora por milhares de inocentes que podem perder a vida antes mesmo de dar o primeiro gemido»
«Ou seja, dizer que NÃO está de acordo com o assassinato brutal de inocentes ainda no ventre materno! Esta é a resposta que a Santíssima Virgem espera de si.»
«Peça hoje mesmo o seu estojo do Terço da Vida. E receberá em casa o terço e o livro "O Rosário da Vida", com meditações para rezar o terço em desagravo ao referendo, que por si só já constitui uma ofensa a Deus.»
«No dia do referendo lembre-se das palavras ditas por Nossa Senhora aos pastorinhos de Fátima: "Portugal conservar-se-á o Dogma da Fé"Não decepcionemos a nossa Mãe do Céu!Portugal vota pela vida, dizendo NÃO ao Aborto!»

Eu para além de estar já completamente convencido a votar não depois de ter lido isto, já mandei o meu postaleco e mal posso esperar pelo dia em que vou receber o meu terço e o meu livro do Rosário da Vida! Que ofertas divinais!

9 comentários:

euzinha disse...

axo que fizeste bem. está na hora de resares e pedires perdão pelos ultimos 6 anos da tua vida...
veremos é como te safas a 6 anos de pecado diário... ou serão 24 anos...

Goncalo Lourenco disse...

Sim, da facto não gosto muito (nada) desta forma de coacção para convencer os "fieis". Mas a Igreja são os Homens, e por vezes os Homens não actuam da melhor forma.

E também há padres católicos a assumirem publicamente que estao pelo sim.

E tem havido desde o inicio uma vergonhosa acção de um grupo organizado (suponho que de pessoas do sim)para arrancar qualquer cartaz que o Grupo cívico do Não que está a actuar em Coimbra tente colar em algum lado.
Perdi horas a colar cartazes, para os ver no chão no dia seguinte. E não foi por isso que andei (nem eu, nem ninguem) a arrancar cartazes do Sim...

E isto também é muito triste.
Infelizmente as pessoas por vezes não olham a meios para atingir os fins...

Quando receberes o a tua encomenda, não te eskeças de rezar com a Rita e com a Susa. Em conjunto é mais bonito ;-P

Robene disse...

«E tem havido desde o inicio uma vergonhosa acção de um grupo organizado (suponho que de pessoas do sim)para arrancar qualquer cartaz que o Grupo cívico do Não que está a actuar em Coimbra tente colar em algum lado.»

É que não gostamos de ver cartazes de fetos com bem mais de 10 semanas a fazer campanha pelo Não.

Sónia disse...

Apoiado Robene, ainda hj estava 1 panfleto na minha caixa de correio com duas imagens de 1 bébé. uma dessas imagens (bébé)estava lengendada com o seguinte: "feto com 9 semanas: uma massa de células..."
na outra (exactamente o mesmo bébé) legendado com: "feto com 11 semanas: um ser humano, um crime..."

isto da ciência...realmente ñ é para qq 1...

então com 9 semanas a imagem usada é a mesma que para as 11 semanas????
e um bébé?????

nem comento....

Goncalo Lourenco disse...

dahhhhhhh, Sónia, chama-se a isso ironia!! Já ouviste falar? Eu até te explicava a mensagem subjacente ao flyer, mas não me apetece.

E os cartazes que arrancaram eram inofensivos, so tinham um boneco desenhado agarrado a uma ampulheta.

(ja devia ter desistido de comentar estes posts. Não percebo porque insisto..)

D&G disse...

Por favor, manda-me já uma cópia desse postal!!! Porque será que eu nao o recebi? Terei sido excomungado depois de anos de pecado solitário???

Sónia disse...

afinal quem é apoiante do NÃO é com IRONIA!!!
pelos vistos já ouviram falar do termo mas desconhecem o seu significado...

ou seja, minha gente do SIM, o pessoal do NÃO (pelo menos alguns)dizem uma coisa qdo na realidade querem dizer outra...

VOTEM SIM!!!!!!

foda-se... disse...

Hey! que tal fazermos "uma espera" ao gajos do NÃO..
alinhas?
já arranjei um pé de cabra, tu só tens de lhes dar com ele nos cornos!!

Robene disse...

Só um pé de cabra? Eles são mais que as mães! (reparem na ironia subtil ao aplicar o lugar comum «eles são mais que as mães).