sexta-feira, janeiro 05, 2007

Hi! My name is

Na farmácia, há alguns dias atrás:

Cliente: Olá.
Eu:Olá.
Cliente: queria uma caixa de yasmin
Eu: Sim senhor.
(Vou buscar o medicamento)
Eu: em que nome vai desejar o recibo?
Cliente: Joana Pintelha.
(Eu tento controlar-me. Mordo o lábio. Começo a sentir pequenas gotas de urina a escorrerem pela cueca de tanto esforço. Baixo-me para fazer de conta que estou à procura de alguma coisa)
(Cliente olha com ar intrigado)
(Eu escrevo o nome da rapariga no recibo, enquanto abafo o riso com pequenas tossidelas. Fico verde, laranja e roxo)
(Cliente olha com ar ainda mais intrigado)
Eu: Aqui tem o recibo. Boa Tarde. (pequena risada, disfarçada com um aclarar de voz)
Cliente: Boa..tarde..(franze o sobrolho)
(Quando a cliente finalmente sai, rio até chorar. A Catarina informa-me então que o nome da cliente não é Joana Pintelha. É Joana Pinto Telha.)

8 comentários:

MissGarfield disse...

encontrei o teu blog por acaso e estou a axar muita piada... (por acaso sou farmaceutica estagiaria... bem vou ler mais um cadito...)

Robene disse...

Vamos formar um sindicato! Exigimos os direitos dos farmacêuticos estagiários! Queremos receber 2500 euros por mês!

Opusteno disse...

Só um trado sem espinha dorsal como tu tem esse tipo de pensamentos malignos...És uma verguenza

Robene disse...

Com esse tipo de palavreado pseudo-inteligente só podes mesmo ser médico...

MissGarfield disse...

isto de trabalhar de graça nao ta com nada... lol

Sérgio_Santos disse...

Eu sei que a minha estória comparada com a tua, é fraquinha. Tava a ler e tb eu mordi o lábio pra não desatar a rir a "bandeiras despregadas".
Vai daí...
Chega-me uma senhora de saco de plástico na mão, 8.30 da matina. Dirige-se à secretaria aqui da unidade de saúde e diz-me assim, retirando de dentro do saco uma garrafa de 1.5L de Trinaranjus: "Eh senhor, onde é que posso entregar a urina pr´análise??"
Conclusão, a essa hora da manhã, não há mordidela de lábio que resista :)

Anónimo disse...

Se ouvires algum dia uma senhora dizer-te que se chama Perpétua Bexiga, não julges que ouviste mal. Ela existe, se ainda não bateu as botas.


Tiago

Anónimo disse...

na terrinha onde trabalho existe uma D. Blandina Santos Coito que qundo vai fazer recaditos ao filho pede a factura dizendo " ... no nome do meu filho que é Nuno-Miguel-Santos-meu-Coito-do-pai"...

este é um portugal REAL!