quarta-feira, dezembro 22, 2010

Feliz Natal!

Quando era miúdo pedi ao meu pai no Natal um carro telecomandado da Niko.
No anúncio os Niko apareciam a saltar de varandas, aterravam no chão, davam piruetas e atropelavam gatos. Não sei como havia tecnologia na altura para fazer anúncios tão elaborados, mas a verdade é que eu espumava por um Niko.
Mas o meu pai só me comprou uma merda de um carrinho rabeta, em que o comando estava ligado por um fio ao carro, pelo que eu tinha de andar atrás da merda do chasso que ainda por cima se avariou passados dois dias.
Este ano, para que não hajam enganos, eis a minha lista de prendas. Toda a gente sabe a minha morada?

-Um iPhone. Não amigos, não é um HiPhone, nem um Myphone. É um iPhone, daqueles que custam 600 euros e têm várias aplicações que não servem para nada, mas que estou desejoso de mostrar na esplanada mais próxima, quando o vizinho de mesa sacar de um Nokia merdoso.

-Um novo portátil. No outro dia tive pela primeira vez a íncrivel sorte de me aparecer o écran azul com letras gigantes: FATAL ERROR. Mijei-me um pouco nas cuecas, uma vez que estava a escrever um artigo que não tinha salvo e que já devia ter pelo menos 10 páginas.

-Um disco duro com pelo menos 200 teratetracaralhobaites. Creio que a falha do meu portátil se deva ao conteúdo de vários giga de pornografia.

-Giga tem plural? Diz-se Gigas? Na verdade isto não é bem uma prenda, mas fico contente se alguém me elucidar. Vá contente não. Moderadamente bem disposto.

Ah, e um Natal bem passado a todos.
Não lhe dêem nas rabanadas, que essa merda vai toda para o pernil.

11 comentários:

Anónimo disse...

Feliz Natal Mr. Robene. Um dia perco a vergonha e convido-o a vir a Lisboa para beber uns copos.
E que grande prenda! Agora AIFones e outras merdices, nem pensar.
Vinho, cerveja, ainda vá que não vá.
Maria Lopes

Anónimo disse...

:)
Não, não se deve dizer "Gigas".
Para o pernil?ahah

Anónimo disse...

Uma prenda já está!
Agora não contes comigo para as outras.

Bluebluesky disse...

Eu cumpro a parte das rabanadas, sacrifico-me pelos outros... :-)

Robene disse...

Ah, já estou moderadamente bem disposto!
Quanto a idas a Lisboa, MEDO muito medo, ou não leram as minhas crónicas de viagem há uns valentes posts atrás?

Eugénio disse...

A transição entre carrinhos telecomandados com e sem fio foi um autêntico marco no mundo dos brinquedos.. Só encontra paralelo na TV preto/branco vs TV cores e máquinas fotográficas a rolo e digitais...

Por isso é que agora os putos são todos gordos...Antes bem que eu corria atrás do meu carrinho telecomandado, sempre de olho no fio...Passado meia hora nem tinha pilhas o carrinho nem eu... agora é tudo uma treta...

Helena disse...

Eu, carros telecomandados, só mesmo a gasolina.

Anónimo disse...

O teu nome é mesmo Robene?
Medo de Lisboa?:)
Só é difícil no inicio

luisa disse...

Bom Natal para ti também Robene!!! E que no próximo ano continues com essa tua imaginação louca ainda mais activa; que a malta quer muitos mais posts de grande qualidade...
Para IPhones, MyPhones ou HiPhones é melhor escreveres uma cartinha prá Lapónia...
Abraços,
Lu

Maçã e Canela disse...

Feliz Natal!:)

Juana disse...

gostei do teu pedido dos teratetraca...bites, isso é que é!
Não há pai natal q resista a um pedido destes. boa sorte (que eu n gosto do natal e nunca desejo feliz natal a ninguém).