sábado, março 27, 2010

Padres ao volante

Não vos vou ainda deliciar com a fantástica descrição destas férias em Madrid. Deixem-me só dizer-vos como acabou: eu e o G., num carro com três padres a virmos do aeroporto. A 300 km/hr num Opel Corsa de 1990. E a embatermos nuns pins de sinalização que separavam duas vias.

Sim, foi mesmo assim que acabou.
Agora imaginem o ínicio.

4 comentários:

Antonov disse...

Se tem padres, mete sexo.

Estou em pulgas.

micose_ou_mifrita disse...

Mas lá está...

Com Padres ao lado estás abençoado e protegido. De acidentes de (a)viação, catastrofes naturais ou outros que tais.

Bluebluesky disse...

Bem, isto promete!!!!

helena disse...

A 300 km/hora?? Devias estar com uma bezaina! Isso é que era bom, o dito carro dar 300km/hora!!!
E meninos de coro? Também havia meninos de coro?