quinta-feira, maio 14, 2009

Diferenças de género

Atendo dois pombinhos amorosos e entrelaçados. Adoro atender utentes assim, que estão a falar para mim enquanto enfiam as línguas no suco gástrico um do outro.
Ela: Estou um pouco mal-disposta.
Ele arrota com um: Ela apanhou alta bebedeira ontem meu!
E nisto apalpa-lhe a mama.
Ela pensa: «Ai que romântico, ele ama-me mesmo profundamente. Só uma pessoa intensamente apaixonada por mim me apertaria o seio de forma tão delicada. Quero os filhos dele
Ele pensa: «Estou cheio de tusa».

Continua uma interessante conversa em que o gajo do casal olha gulosamente para a estagiária, a miúda do casal olha apaixonadamente para o gajo e eu olho estupidamente para os dois, enquanto tento fazer perceber que se a gaja apanhou uma bebedeira mais vale é ir curá-la para casa com água.
Saem de lá os dois, sem terem ouvido uma palavra do que disse, com as respectivas mãos enfiadas no bolso traseiro das calças um do outro.

Eu fui vomitar.

4 comentários:

Droky disse...

Ahahah, é quando leio coisas destas que fico contente por ter escolhido uma área em que lido com máquinas em vez de pessoas :)

***

profpardal disse...

Imagina o que nós professores passamos. Não é fácil não!

Naja disse...

Havias era ter sugerido a pilula do dia seguinte!:P

jinhos

Miss Kin disse...

Ahhhhhh, medo!!!

Mas as farmácias são todo um mundo, onde se assiste a todo o tipo de freak shows!